IDIOMA

 
 
 
Serviços de A a Z
Terça, 24 de novembro de 2015, 15h11 | Tamanho do texto: A- A+

POLÍCIA CIVIL

Delegados com destaque em produtividade recebem elogios

LUCIENE OLIVEIRA
Assessoria/PJC-MT

Os cinquenta e um delegados da primeira avaliação de produtividade receberam elogio funcional, como forma de incentivo aos trabalhos desenvolvidos nas unidades policiais. O Elogio foi entregue na manhã desta terça-feira (24.11) pela Diretoria da Polícia Judiciária Civil, pelo destaque no número de conclusão de inquéritos policiais, termos circunstanciados de ocorrências, atos infracionais, lavratura de autos de prisão em flagrante, cumprimento de mandados de prisão e cartas precatórias.

O delegado geral da PJC, Adriano Peralta Moraes, disse que os procedimentos, os quais os delegados se empenharam em elevar a instauração e conclusão, são os produtos da Polícia Civil. “Não podemos deixar de reconhecer e elogiar aqueles que tem vestido a ‘camisa’, se desdobrado para a Policia Civil mostrar o quanto está trabalhando”, disse Peralta.

No primeiro semestre, a Polícia Judiciária Civil registrou aumento de 23% na conclusão de inquéritos policiais, comparado com os seis primeiros meses de 2014. Houve também crescimento em 19,3% nos inquéritos instaurados e 20,9% nos termos circunstanciados de ocorrências. O segundo semestre ainda não terminou e o aumento está em 44%. “Isso só tem uma explicação - é o pessoal vestindo a camisa”, frisou o delegado geral.

Para os números alcançados pela Polícia Civil, o diretor do interior, Wilson Leite, classificou os policiais como ‘heróis’. “Com o mesmo número de servidores e com uma demanda grande que a sociedade nos apresenta e os senhores enfrentarem essa situação dando o suor para fazer o possível e o impossível, são verdadeiros heróis, sem capa”, agradeceu.

O diretor metropolitano, Miguel Rogério Gualda Sanches, também destacou o empenho dos delegados e equipes para o aumento de 40% na produtividade das unidades da região metropolitana. “Isso só se faz porque vocês têm o compromisso e o comprometimento com a instituição”, disse.

Os delegados lotados nas Delegacias Especializadas de Defesa da Mulher (DEDM) foram avaliados separadamente por estarem em unidades que por natureza  tem alta demanda de procedimentos policiais. Das seis DEDM’s no Estado, o delegado Sidney Caetano de Paiva, de Cuiabá ficou em primeiro lugar com 405 inquéritos conclusos. A delegada Lígia Pinto da Silveira Avelar, de Rondonópolis, levou o segundo lugar com 298 inquéritos remetidos à Justiça. O terceiro lugar ficou o com delegado Cláudio Alvares Santana, da DEDM de Várzea Grande com 195.

A delegada titular da DEDM de Cuiabá, Jozirlethe Magalhães Criveletto, disse que o produto da unidade não se restringe apenas à investigação, é necessário o acolhimento da vítima para que sinta amparada. “Nosso desafio é fazer a vítima sair da delegacia com a perspectiva de que algo será feito por ela, que seu problema não ficará somente no boletim de ocorrência. Nosso compromisso é tirar dela a sensação de impunidade e temos uma equipe empenhada nisso”, destacou.

Desempenho

A avaliação individual foi feita com base nos números da produtividade nos meses de junho, julho e agosto. Muitos delegados foram avaliados em mais de um item, como Pablo Borges Rigo, de Sorriso, que se destacou na lavratura de autos de prisão em flagrante (98 APF’s) e também ficou em 8º lugar nos inquéritos relatados.

A delegada de Nova Mutum, Angelina de Andrade Ferreira, também se destacou na conclusão de inquéritos policiais (188) e no cumprimento de cartas precatórias (54). “Muito importante essa iniciativa da diretoria em valorizar os policiais. O reconhecimento é para toda a equipe, pois a delegacia é composta pelo delegado, pelo escrivão, pelo investigador. Ninguém trabalha sozinho”, ressaltou.

Para a  titular da Delegacia do Consumidor, Ana Cristina Feldner, que está no topo da lista por ter concluído 155 TCO's, os números da Decon são frutos do empenho e da dedicação de todos os servidores. “Agradeço e parabenizo a Diretoria e todos os policiais da Decon. Sem a dedicação deles esse trabalho não seria possível”, disse.

Representando os delegados do plantão, que tiveram destaque pela grande quantidade na lavratura dos autos de prisão em flagrante, o delegado Richard Damasceno, da Central de Flagrantes do Carumbé, em Cuiabá, disse que a demanda tem aumentado muito e por mês cada delegado lavra cerca de 60 APF. “Temos noites com muito movimento, com muitas ocorrências de naturezas diversas. Geralmente sextas e sábado”, disse.

A avaliação de desempenho foi instituída pela Resolução nº 27/2015/CSPJC-MT e funciona como instrumento de aferição do mérito e da produtividade em função das atividades realizadas e dos resultados alcançados. Desde o mês de outubro, investigadores e escrivães também estão sendo avaliados.

Um cópia do elogio fica na ficha funcional do servidor.

Newsletter
Preencha o formulário abaixo para receber nossos boletins: