IDIOMA

 
 
 
Serviços de A a Z
Quinta, 12 de novembro de 2015, 15h04 | Tamanho do texto: A- A+

JOGOS DA JUVENTUDE

Ciclismo, uma paixão passada de geração em geração

GUSTAVO NASCIMENTO
Redação/Gcom-MT

Saulo Cruz/COB
Mato-grossenses que participam dos Jogos da Juventude
Mato-grossenses que participam dos Jogos da Juventude

Londrina (PR) - Com apenas 16 anos, a pequena Beatriz Kroetzler, de Tangará da Serra (251 km de Cuiabá) já tem muita história para contar. Vice-campeã brasileira de ciclismo em 2013 e atualmente terceira colocada no ranking nacional da categoria, ela chega para a sua terceira participação nos Jogos da Juventude na esperança de conseguir uma vaga na seleção brasileira e disputar o sul-americano da categoria.

Como quase todo mundo, a tangaraense contou que aprendeu a andar de bicicleta com o pai, Leandro Kroetzler e que, incentivada por ele, começou a treinar fortemente aos 10 anos. “Ele também compete, mas fala que o problema dele é que começou muito tarde e não dava mais tempo de conquistar tudo o que podia”.

Seguindo os passos do pai, Beatriz começou a pedalar cada vez mais forte e em 2013 foi a segunda melhor ciclista na prova de resistência dos Jogos Escolares da Juventude, etapa de 12 a 14 anos. Em 2014, disputando a competição com meninas mais velhas, a jovem conseguiu ficar com o sexto lugar.

O empenho nos treinos fez com que a irmã mais nova de Beatriz, Luana, de 13 anos, também aderisse ao esporte. Este ano, a caçula já foi campeã no campeonato estadual escolar e assim como Beatriz fez há dois anos, debutou no Jogos da Juventude, etapa entre 12 e 14 anos, que foi disputado em Fortaleza (CE), em Setembro.

O seu tamanho, em relação ao das suas bagagens fez com que a garota se destacasse entre os 75 atletas mato-grossenses, que desembarcaram em Londrina e Maringá(PR) para participar das modalidades individuais das Olimpíadas da Juventude, etapa entre 15 e 17 anos.

Na realidade, Beatriz e outros dois atletas da equipe de ciclismo de Mato Grosso já costumam embarcar para as viagens com uma preocupação a mais: o estado em que as suas bicicletas, fiéis companheiras de treino e competição, irão chegar. As bicicletas de competição custam entre R$ 3 e 10 mil reais. “Se alguma parte quebrar, nós já temos que correr atrás para poder arrumar, se não é dizer adeus ao campeonato”, completou a estudante.

Após receber apoio de outros colegas da delegação, que dividiram o peso das malas, a jovem conseguiu levar a sua bike para o hotel. No quarto, recebeu um lugar especial das suas colegas, justamente para poder alocar a bagagem especial. Em seguida ela começou a realizar a sua tradicional rotina de montagem e conferência das peças e equipamentos da bicicleta. Foram 40 minutos de uma inspeção minuciosa da companheira que pode lhe garantir o título nacional.

Abertura

Na tarde desta quinta-feira (12.11), será realizada a cerimônia de abertura dos jogos. Mais de 150 alunos-atletas de Mato Grosso participam da Etapa Nacional dos Jogos Escolares da Juventude, categoria entre 15 e 17, durante os dias 12 e 21 de novembro.

De 12 a 16 serão disputadas as modalidades individuais (atletismo, natação, tênis de mesa, vôlei de praia, ciclismo, xadrez, judô, luta olímpica e ginástica rítmica) e de 17 a 22 de novembro, as modalidades coletivas (handebol, voleibol, futsal e basquetebol).

A competição é organizada pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) que reúne aproximadamente quatro mil estudantes de todos os estados de instituições de ensino públicas e privadas de ensino. Nas seletivas municipais e estaduais participaram mais de dois milhões de atletas de cerca de quatro mil cidades.

 

 

 

Newsletter
Preencha o formulário abaixo para receber nossos boletins: