IDIOMA

 
 
 
Serviços de A a Z
Terça, 24 de novembro de 2015, 09h47 | Tamanho do texto: A- A+

ESCOLAS

Estado vai investir R$ 40 mi em reformas no nortão

Em visita à Escola Estadual Jaime Veríssimo de Campos Júnior, em Alta Floresta, Taques anunciou a reforma da quadra de esportes da unidade

THIAGO ANDRADE
Redação/ Gcom-MT

Alunos e professores da Escola Estadual Jaime Veríssimo de Campos Júnior, em Alta Floresta (a 803 km de Cuiabá), tiveram uma boa notícia nesta segunda-feira (24.11). Em visita ao município, o governador Pedro Taques anunciou que a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) vai reformar a quadra poliesportiva da unidade. Mais de R$ 40 milhões serão investidos em reformas de escolas da região norte de Mato Grosso, antecipou Taques.

Na escola, o governador conheceu a estrutura e conversou com os alunos na quadra de esportes, a qual passará por adequações e terá vestiário para atender as demandas das aulas de educação física. Taques lembrou que a quadra também serve como uma área de lazer da cidade, pois é aberta para a comunidade nos fins de semana e recebe comemorações municipais, já que possui grandes arquibancadas.

Construída há mais de 20 anos, a unidade ainda não passou por uma grande reforma neste período. Um refeitório foi construído, mas hoje já não atende a demanda dos cerca de 800 alunos. Por isso, um novo projeto deve ser protocolado na Seduc para que seja analisado. Também foi solicitada ao governador a construção de uma piscina pública na escola. Taques sugeriu que o projeto seja protocolado junto à Seduc para buscar a viabilização de recursos.

Professores

O governador aproveitou a visita para ouvir os professores e voltou a garantir que todos os acordos firmados em 2013, durante a maior greve dos profissionais da educação no estado, serão cumpridos integralmente. “Vamos cumprir todos os acordos que foram firmados com os professores, fizemos isso este ano e vamos fazer nos próximos. Tenho esse compromisso com os profissionais da educação. Quando falarem o contrário não acreditem. Vocês são peças fundamentais no processo de transformação da educação no nosso Estado”.

Taques reforçou que o Estado trabalha com estratégia para que aconteçam avanços notáveis na educação e disse acreditar que as avaliações de 2017, como a Prova Brasil, já devem apresentar uma melhora nos indicadores referentes a Mato Grosso.

Durante a conversa, os professores cobraram a realização de um concurso público. Frente a isso, Taques lembrou que a situação financeira do Estado não permite que o concurso seja realizado brevemente, mas afirmou que o assunto é tratado como prioridade pela gestão, uma vez que 60% dos professores são contratados. Assim que o Mato Grosso se adequar à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), explicou o chefe do Executivo estadual, um concurso deve ser realizado.

 



Galeria de Fotos:

Newsletter
Preencha o formulário abaixo para receber nossos boletins: