IDIOMA

 
 
 
Serviços de A a Z
Sexta, 20 de novembro de 2015, 12h27 | Tamanho do texto: A- A+

DESENVOLVIMENTO

Secretários criam Fórum Integrado da Amazônia durante encontro no Pará

SANDRA CARVALHO E MAYARA ALBUQUERQUE
Assessoria/Setas-MT e Secom-PA

Discutir políticas públicas voltadas à promoção da população dos Estados da Amazônia por meio do desenvolvimento sustentável, social e da inclusão produtiva. Este é o propósito do Fórum Integrado de Secretários da Amazônia criado no Encontro dos Secretários dos Estados da Amazônia Legal e que reuniu nesta quinta-feira (19.11) gestores das pastas da Assistência Social, Saúde, Educação, Direitos Humanos e Socioeducação no Palácio do Governo, em Belém (PA).

Proposto pelos governos do Pará e Mato Grosso, com o apoio do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), ONU Habitat e Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), o evento teve como objetivo articular uma agenda positiva, pautada no desenvolvimento de ações intergovernamentais e intersetoriais, para a justiça e progresso social na Amazônia Legal. A região inclui os estados do Pará, Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Rondônia, Roraima e Tocantins e representa 62% do território nacional.

“Este é um momento histórico em que os estados decidem se unir com a finalidade de buscar saídas para desafios comuns”, afirmou o secretário de Trabalho e Assistência Social de Mato Grosso, Valdiney de Arruda, destacando a prioridade que o governador Pedro Taques tem dado a construção e execução de políticas públicas voltadas ao cidadão.

O secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Márcio Dorileo, também reconheceu a importância da criação do Fórum. “Trata-se de um instrumento legítimo de discussão intersetorial que vem para unificar as lutas pelo desenvolvimento econômico e social”, frisou.

Durante o encontro, o governador do Pará, Simão Jatene, festejou a atitude. “Uma vez que ela já significa o enfrentamento de uma questão que muitas vezes não percebemos, mas que é muito forte, que é o processo de integração regional. É fundamental que sejamos capazes de identificar o que nos liga e que também sejamos capazes de potencializar isto no sentido de uma ação conjunta e coletiva para os nossos Estados. Vejo este momento com muita esperança”.

Para o coordenador do Unicef em Belém, Fábio Morais, a proposta de criação do Fórum Integrado pelo Desenvolvimento Social da Amazônia se constitui em um marco no contexto histórico brasileiro. “Isso se dá na medida em que as pessoas passam ao centro da agenda político-institucional sem que com isso diminua a importância das questões econômicas e ambientais, mas significando que a promoção de direitos dos amazônidas se estabelece enquanto base e princípio frente toda e qualquer prioridade nessa região”, concluiu.

“Este momento, em que definimos que precisamos estar juntos para enfrentar desafios que são significativos quanto ao modelo que queremos ter enquanto região na realidade atual, é um momento de êxito para todos que participaram deste processo, reconhecendo que se estivermos juntos conseguiremos ter um protagonismo na região amazônica. O próprio nome do fórum mostra que a integração é um esforço que agora precisa estar dentro das gestões Estaduais e no que tange as competências municipais. Sabemos que os desafios são enormes, mas de maneira coletiva poderemos capturar oportunidades para a Amazônia que queremos”, afirmou a secretária extraordinária de Integração de Políticas Sociais do Pará, Izabela Jatene.

Governos

O Encontro dos Secretários de Estados da Amazônia Legal precedeu o Encontro de Governadores da Amazônia Legal, que ocorre nesta sexta-feira (20) e que reunirá nove governadores dos Estados que compõem a Amazônia Legal para traçar linhas de ação sobre diversos temas, incluindo o enfrentamento de desafios comuns, como o enfrentamento da crise, a pactuação de uma agenda voltada à infância e a definição de estratégia dos Estados da Amazônia para 21ª Conferência do Clima, a COP-21.

Newsletter
Preencha o formulário abaixo para receber nossos boletins: